A chamada de Isaías

e21

Autor Esdras Ferreira

A chamada de Isaías

“Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós? ” E eu respondi: “Eis-me aqui. Envia-me! “ (Isaías 6:8)

O profeta Isaías, ainda jovem, é chamado por Deus para uma obra tremendamente árdua e espinhosa, pois o povo estava vivendo num momento de grande infidelidade. Tristemente, Deus avisou a Isaias que o coração do povo seria insensível e endurecido.  Entretanto, para Isaias cumprir o chamado precisou passar por um processo de restauração:

IMPEDIMENTO: “nos dias que morreu o rei Uzias…” Uzias tipifica impedimento, obstáculo  da manifesta-ção de Deus. Uma figura da autossuficiência, do orgulho, e da falta de compromisso com Deus. Por esse motivo que temos que “matar” o rei Uzias do nosso coração para Deus manifestar a sua Glória com intensidade em nossa vida. Em 2 Crônicas 26.16 mostra que o rei Uzias morreu de lepra, ou seja, “Uzias da nossa vida” vai morrer aos poucos, pois a nossa natureza pecaminosa para ser sujeitada, rendida, comandada e governada gera tempo;

VISÃO: “…viu a santidade e a Glória de Deus…” Ninguém contou a Isaias. Ele mesmo viu. Ouvir experiências e testemunhos dos outros nos alegra, mas ter a nossa própria experiência com Deus nos marcar, impregna e motiva a nossa fé. Aliás, Deus quer manifestar individualmente em cada um de nós;

RECONHECIMENTO: “…sou um homem de lábios impuros…” Isaias teve uma visão transcendental, espe-tacular e impactante. Isso causou a transformação interior. Todas as experiências com Deus geram consequências na nossa história, isto é, nunca mais seremos a mesma pessoa; 

PURIFICAÇÃO: “…anjo tocou os teus lábios…” A experiência pessoal com Deus mostra a sua realidade, sua limitação, seu estado e o seu caráter; Ele irá tocar na sua área mais vulnerável, sua fragilidade para restaurar. Quando Isaias confessou, o anjo trouxe perdão e restauração interior;

Observe que a visão Isaias teve: altura (viu o Senhor do auto); profundidade (viu as profundezas do coração); largura (viu a situação do mundo). Será que você teria coragem de dizer: “…Eis-me aqui, envia-me a mim!” Observe que o chamado de Isaias era  geral, mas a resposta tem que ser particular. A chamada é coletiva, mas a resposta tem que ser individual.

Leia mais

Eis-me aqui!Envia-me!

A chamada de Jonas

Fugindo do chamado

Se você gostou dessa mensagem então não deixe de comentar, Curtir nossa pagina no facebook e se escreva em nosso canal  You tube! Mensagens novas todas as Quintas e Sextas-Feiras.Também, não se esqueça de adquirir nossos livros devocionais para ajudar a nossa instituição Missão Vida Nova!