Eis-me aqui! Envia-me!

eEis-me aqui! Envia-me!

Autor Esdras Ferreira

Eis-me aqui! Envia-me!

“Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós? ” E eu respondi: “Eis-me aqui! Envia-me! “ (Isaías 6:8)

Ainda nos dias de hoje, o Senhor Deus clama: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós”? Observe que a pergunta esta no sujeito indeterminado: “Quem enviarei?”, isto é, a pergunta é feita para todos que desejam ser usado por Ele. Mesmo porque, Deus não obriga, impõe ou empurra ninguém para sua obra, pois Deus procura voluntariedade, isto é, pessoas que faça por amor e comprometimento. Assim como Isaias, que nem titubeou, não teve nenhum momento de incerteza e indecisão, mas respondeu determinado, decidido: “Eis-me aqui. Envia-me a mim!” Na verdade, não foi um chamado para o ministério, pois Isaias já profetizava, mas uma perspectiva ministerial, uma dimensão de autoridade no chamado.

Infelizmente, estamos vivendo uma crise no evangelho, tem muita atividade dentro das igrejas, e poucas atividades fora da igreja. Com isso, faz sufocar o grito dos povos não alcançados. Estamos incentivando mais o entretenimento do que a oração. Mais show do que a propagação do evangelho; Buscamos mais posições e status do que a graça e a unção para transformar pessoas; Devemos sair das quatro paredes, deixar de alisar o ego quem prega ou canta melhor, tem milhões de pessoas morrendo fora da igreja: “Chegou o tempo de despertar do sono, pois a salvação esta mais próxima quando cremos…” (Romanos 13.11)

O chamado de Eliseu, também, nos dá uma grande lição de renúncia: “Eliseu matou os bois, queimou o equipamento, deu ao povo, e eles comeram. Depois seguiu com Elias…” (1 Reis 19:21). Naqueles dias, possuir um par de bois significava riqueza, isto é, tinha uma considerável área cultivada. Entretanto, Eliseu matou todos os bois. Para Eliseu, seguir a Elias não significava uma vida fácil. Tinha pessoas que o odiavam, sendo a mais conhecida delas a rainha Jezabel. Para Eliseu seguir a Elias significaria que ele teria os mesmos inimigos. Por causa dessa escolha, Elizeu viveu as proezas de Deus em seu tempo. A dimensão das proezas de Deus esta na dimensão da nossa renúncia.

Aceitaremos nós este desafio? Qual é, ou qual vai ser a sua resposta ou a sua desculpa? Lembre-se disso, você é instrumento de Deus para “desbaratear” o inferno.

Leia mais

A chamada de Isaías

A chamada de Jonas

Fugindo do chamado

Se você gostou dessa mensagem então não deixe de comentar, Curtir nossa pagina no facebook e se escreva em nosso canal  You tube! Mensagens novas todas as Quintas e Sextas-Feiras.Também, não se esqueça de adquirir nossos livros devocionais para ajudar a nossa instituição Missão Vida Nova!