Escravo por amor

e4

Autor Esdras Ferreira

Escravo por amor 

“aquele que era livre quando foi chamado, agora é escravo de Cristo…” (1 Coríntios 7:22)

 A nossa decisão na caminhada com Cristo começa com uma escolha de renunciar a nossa liberdade para viver como escravo de Cristo. Quando olhamos e compreendemos a dimensão do amor de Deus por nós, isso nos leva a corresponder no nível de resposta com nossa entrega, renúncia e doação. Assim como Paulo afirma: “O amor de Cristo nos constrange, por ter morrido por nós…” (1Corintios 5.14). Desse modo, Deus espera de cada um de nós uma resposta motivada por amor, uma entrega natural sem interesse –  uma decisão livre e espontânea.

A expressão que Paulo usou “escravo de Cristo” se baseia em Êxodo 21. 2-6 diz: “Se você comprar um escravo hebreu, ele o servirá por seis anos. Mas no sétimo ano será liberto. Se, porém, caso o escravo não queira sair, porque ama o seu senhor – ele precisa expressar o seu desejo de permanecer nessa condição para sempre em publico…” Ninguém escolheria continuar escravo, ao menos que encontre uma opção melhor, ou seja, a forma como ele era tratado pelo seu senhor inspirava ele a dizer: “A minha prisão, ainda que chame ou classifique  como escravidão é melhor do que eu teria se eu fosse livre!” Aliás, nos tempos bíblicos, a relação de escravo e senhor era muito forte, como no caso de Abraão se seu servo Eliezer.

Na verdade, só falava Senhor quem estava em uma posição de escravo, isto é, uma extrema submissão absoluta e completa. Mesmo porque, a palavra “SENHOR” da nossa cultura e na nossa língua portuguesa é fraca. Para os judeus, expressar a palavra “SENHOR” tem haver com uma pessoa que é dono, prorietario, aquele que domina. Por esse motivo que os judeus pronuncia “Adonai” que significa meu Amo, meu Senhor, meu dono. Nesse caso, ser escravo de Cristo é perder a capacidade de auto governar, isto é, esta associado a perda do controle de si mesmo, onde ele domina seus sonhos, interesses e vontades – Ele que determina seu futuro:  propriedade exclusiva de Deus (2Pr 2.9); Comprados por bom preço (1Cor 6.20)

Mais que adoração, performance religiosa ou sacrifícios,  Deus espera obediência (1Sm 15.22) Porque se não obedecemos a Cristo, estamos  descaracterizando a relação de Senhor e escravo, Dono e servo: Por que vocês me chamam: “Senhor! Senhor! E não fazei os que você mando?” (Lucas 6.46)

Leia mais

O amor que constrange

De todo coração

Tu me amas?

Se você gostou dessa mensagem então não deixe de comentar, Curtir nossa pagina no facebook e se escreva em nosso canal  You tube! Mensagens novas todas as Quintas e Sextas-Feiras.Também, não se esqueça de adquirir nossos livros devocionais para ajudar a nossa instituição Missão Vida Nova!