ALIANÇA COM ABRAÃO

“Naquele dia o Senhor fez aliança com Abraão: Aos seus descendentes dei esta terra, desde o ribeiro do Egito até o grande rio Eufrates…” (Gênesis 15.18)

INTRODUÇÃO: Aqui nesse texto o Senhor aparecer Abraão para afirmar que será pai de multidão, entretanto, Abraão fez um questionamento acerca de quem seria o herdeiro, pois alegou que não podia ter filhos. Diante do questionamento, o Senhor logo deixou claro que o herdeiro seria um filho de sangue. Então Abraão pediu um sinal e Deus firmou sua aliança através de uma cerimônia formal. Ele ordenou que Abraão pegasse alguns animais com três anos de vida e duas aves e cortou os animais ao meio, com exceção das aves. Aqui vemos duas atitudes de Abraão que pode ser muito aplicada em nossa vida:

A.      Aves de rapina – Ele colocou cada metade em frente à outra e protegeu os animais dos ataques das aves de rapina. Saiba que Satanás enviará aves de rapina para desmanchar sua aliança com Deus. Quando nos comprometemos em tirar aquilo que atrapalha sua aliança, o Senhor se compromete em nos levar a experimentar coisas extraordinárias em Deus.

B.      Revelação futuras – O texto bíblico afirma que não houve nenhum sinal até ao pôr do sol. Até aquele momento, Abraão já estava cansado e caiu no sono profundo. Apesar de estar cansado e a noite se aproximava, Abraão não saiu de perto do altar. Por causa dessa perseverança, o Senhor revelou o futuro a Abraão sobre sua descendência, que seria peregrina em uma terra estrangeira por quatrocentos anos, mas libertaria o seu povo com grandes riquezas.  Quantas vezes ficamos ansiosos pelo silêncio de Deus e saímos da posição que o Senhor nos chamou para ficar e agimos de acordo com a nossa intuição e opinião dos outros. Saiba que quando perseveramos, Deus irá nos revelará coisas futuras ao nosso respeito.

 

1.    ALIANÇA COM DEUS

Em seguida, houve densas trevas e um fogareiro fumegante e uma tocha de fogo passaram entre os pedaços dos animais que tinham sido partidos ao meio. Por que Deus passou sozinho no meio dos animais?

A.      Nos tempos antigos, aliança envolviam o costume de partir animais ao meio em um ato simbólico. As partes que faziam a aliança tinham que andar entre as metades separadas dos animais. Isto servia como uma afirmação de que o mesmo deveria acontecer com a parte que quebrasse a aliança.

B.      Por esse motivo que o fogo de Deus passou entre as partes dos animais. Um juramento divino de que as promessas feitas a Abraão seriam cumpridas. Essa solenidade apontava diretamente para a fidelidade de Deus. Ao passar sozinho por entre as metades dos animais, significava que Deus estava colocando sobre sí a maldição, caso Ele não cumprisse sua aliança.

C.      Na carta aos Hebreus 6.13-17 afirma que Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi imputado para justiça, isto é, Abraão além de perseverar, ele acreditou em Deus. Saiba que o único motivo que muitas promessas não cumpriram em sua vida é por falta de fé

 

2.    Aliança com Israel 

“O Senhor os amou por causa da aliança que fez aos seus antepassados. Por isso ele os tirou da escravidão rei do Egito…” (Deuteronômio 7.8)

Depois de quatrocentos anos de escravidão no Egito, a promessa se cumpriu. O Senhor levou para terra prometida. Durante 40 anos no Deserto, o próprio Deus revelou sua provisão, seu cuidado, seu amor e sua misericórdia. Ao longo da história de Israel vemos um Deus paciente diante de um povo rebelde e um coração endurecido. Por isso, nos faz pensar: “Como Deus poderia escolher uma nação idólatra, ingrata e rebelde como o povo de Israel?

A.      A resposta está em Deuteronômio 7.8, que simplesmente esta na aliança que fez com Abraão. O amor de Deus em cumprir sua promessa feita aos patriarcas, foi por pura graça. Um amor que o povo não merecia, mas por causa da aliança Deus decidiu amar. Um amor tão soberano que somos limitados para compreender esse amor.

B.      Assim como a nação de Israel, Deus nos escolhe pela graça para que busquemos viver para sua Glória em gratidão e adoração. O nosso Deus escolhe pessoas imperfeitas desde a eternidade totalmente pela graça, sem que tenhamos que cumprir uma condição para sermos amados por Ele: “Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença…” (Efésios 1.4) Que o amor de Deus possa ser revelado em seu coração ao ponto de poder corresponder com o mesmo amor.

C.      Quando Deus nos perdoa não é porque somos merecedores, mas por causa sua aliança vertida na cruz do calvário. Essa aliança que nos dá a garantia de sermos aceitos em sua presença. O nosso Deus te ama e espera uma aliança de fidelidade da sua parte.

 

3.Valor da Aliança

“Farei uma nova aliança onde colocarei minha lei no íntimo deles e assim serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.” (Jeremias 31.34)

Em 2005, foi contratado para trabalhar em uma empresa perto da minha casa. Ao levar meus documentos para ser registrado na empresa, a mulher do RH  (Recursos Humanos) me entregou um contrato para ser assinado. Nesse contrato havia várias cláusulas sobre obrigações e deveres que deveria ser cumprido. Caso descumprisse, haveria punições e até demissão na empresa. Nesse contrato também havia obrigações que a empresa deveria se comprometer caso assinasse aquele contrato. Tanto da minha parte como da parte da emprega haveria um compromisso mútuo a ser cumprido. Ao ler o contrato, me animou muito, porque percebi os benefícios caso cumprisse todos os requisitos da empresa, então decidi assinar o contrato.

A.      O contrato da minha empresa pode ser bem aplicada aliança que temos com Deus. Se não houvesse benefícios não faria sentido assinar esse contrato. Quando firmamos uma aliança com Deus através do novo nascimento, é uma demonstração clara que vai valer apena.

B.      O próprio Deus se compromete em nos abençoar quando nos comprometemos em servi-Lo. O nosso Deus só se compromete quem tem aliança. Para que Deus cumprisse a promessas na vida de Abraão, ele teve que desprender seu conforto e sair da casa da sua família, ou seja, a aliança com Abraão teve um preço a ser pago e uma renúncia a ser cumprida. Caso descumprisse, o próprio Deus não poderá cumprir a dele.

C.      O cumprimento da aliança com Deus está condicionado no posicionamento em obedece-Lo. Mesmo porque, Ele não obriga e nem muito menos impõe para servi-Lo, mas espera uma decisão voluntaria de amor.

 

CONCLUSÃO

O próprio Deus estabeleceu uma aliança conosco, em nos perdoar os nossos pecados, nos salvar e nos sustentar em tempo de adversidade, no entanto, para que isso se cumpra não devemos quebrar essa aliança. Precisamos em tempo em tempo examinar nossas atitudes se estamos pecando contra Deus, pois o nosso Deus é santo e zeloso e exige que tenhamos uma vida santa. O próprio Deus nos chama ao compromisso em obedecer por amor. Uma entrega incondicional.

 LEIA MAIS….

A HISTÓRIA DE ABRAÃO E SUA FÉ

Gostou desse assunto? Gostaria de saber mais sobre esse tema?

BAIXE AGORA E-BOOK NO AMAZON NOSSOS LIVROS DEVOCIONAIS. SÃO MAIS DE 480 MENSAGENS DIVIDIDA EM 16 VOLUMES:

https://www.amazon.com.br/kindle-dbs/entity/author/B09T6ZWFSD?ref_=dbs_p_ebk_r00_abau_000000

LIVROS IMPRESSOS PEÇA PELO (11) 96614-8690 WHATS APP (TEMOS DESCONTO E BONUS ESPECIAL CASO COMPRAR CINCO VOLUMES)

As mensagens colocadas em nosso site é apenas uma pequena parte do conteúdo que está em nossos livros devocionais.

Deixe seu comentário, assim o sistema do google entende que nosso blog é relevante e o próprio sistema do Google envia para mais pessoas!

Siga no Instagram:

https://www.instagram.com/esdras_ferreiraoficial/

 

«
»

0 Comentários

Deixe o seu comentário