A fé de Abraão, seu sacrifício e a provisão em Moriá

“Tome seu filho, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei…” (Gênesis 22:2)

Introdução: Qual é o bem mais valioso que você tem? É a casa que você levou uma vida inteira para conquistar ou seu carro que você pagou com várias prestações? Agora imagine que Deus pedisse que você lhe ofereça em sacrifício a ele. Foi o que aconteceu com Abraão, quando Deus lhe pediu Isaque. Com idade avançada, Abraão não tinha mais nenhuma expectativa de ter um filho com sua esposa. Entretanto, Deus fez uma promessa acerca de sua descendência que teria um filho. Os anos se passaram e sua esposa teve um filho, Isaque. Seu filho tornou o centro de toda atenção e de toda esperança de Abraão em relação às promessas de Deus. Porém, em um determinado momento, Abraão foi submetido à provação mais difícil de sua vida: Deus pediu Isaque em sacrifício.

A.      Com esse pedido, Abraão foi levado ao limite de sua fé e da sua confiança em Deus. Apesar do grande amor de Abraão por Isaque, vemos o exemplo de fé e confiança em Deus, conforme o escritor na carta aos Hebreus 11.19 que diz: “Abraão confiou fielmente que Deus, para cumprir Sua promessa, poderia fazer com que Isaque ressuscitasse dos mortos…”

B.      O Senhor estava mostrando, que o caminho para o cumprimento da promessa exigia sacrifício, não um sacrifício qualquer, mas o sacrifício do seu único filho, seu bem mais precioso, a coisa que ele mais amava. Quando sacrificamos o nosso melhor no altar do Senhor, devemos fazê-lo com o entendimento de que o nosso melhor é o mínimo que podemos oferecer.

C.      O nosso melhor é nada, perto do que o Senhor fez por nós. Como diria Tiago 2.14 que a fé é aperfeiçoada pelas obras, ou seja, sua fé é do tamanho do seu sacrifício. Isto significa que, em seu altar, o Senhor só aceita o nosso melhor, isto é, uma demonstração clara que Deus está acima de tudo aquilo que amamos nessa vida: “Maldito aquele que, tendo no rebanho um macho sem defeito e apresenta um sacrifício com um animal defeituoso” (Malaquias 1.14)

D.     Por outro lado, não adianta você oferecer o seu melhor, se não o fizer com motivações genuínas. Como caso da oferta da viúva que entregou apenas algumas “moedinhas.” A partir de agora, convido a oferecer sacrifício genuíno, que envolva sua vida como sacrifício vivo em seu altar. (Romanos 12.1)

 

1.    A fé de abraão: Provisão no monte moriá

“Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto…” (Gênesis 22:8).

Na história de Abraão, podemos ver que o patriarca enfrentou muitos desafios como a saída no meio da sua parentela, a escassez e fome em Canaã e perigos com nações inimigas ao salvar seu sobrinho Ló. Além disso, ele precisou lidar com a questão da esterilidade de sua esposa Sara. Apesar de ter passado por muitas provações, Abraão seria submetido ao maior teste de sua vida, e conheceria a provisão de Deus no monte do sacrifício. Quando ordenado a sacrificar Isaque, Abraão “levantou-se de madrugada” para fazê-lo. Durante três dias a caminho rumo ao Monte Moriá, a Bíblia nos informa que Isaque não sabia que ele próprio seria sacrificado. Porém, quando foi informado por seu pai de que seria ele próprio o sacrifício, a Bíblia relata que Isaque não fugiu, ao contrário disso, ele se deitou sobre a lenha.

A.      Quando Abraão estendeu a mão para sacrificar, o Anjo disse: “Não lhe faça nada, Agora sei que você teme a Deus, porque não me negou seu filho. Então Abraão ergueu os olhos e viu um carneiro preso pelos chifres num arbusto e sacrificou-o como holocausto em lugar de seu filho…” (Genesis 22.12,13)

B.      O sacrifício de Isaque é um paralelo direto com a expiação de Jesus na cruz. Assim como Abraão não negou seu próprio filho, Deus também entregou Seu único Filho por nós. O sacrifício de Abraão destaca a submissão, a fé e sua obediência. Na qual Deus se agradou e providenciou o carneiro para o sacrifício. A obediência de Abraão, faz entender quando Davi afirma: “Agrada-te do Senhor, e ele satisfará os desejos do teu coração” (Salmos 37.4).

C.      A ideia por trás de agradar a Deus é que ele nos levará a um lugar de satisfação interior plena, o prazer, o contentamento por aquilo que possuímos. Isso fala também de descanso, paz e refrigério na alma. Tome o exemplo de Abraão como combustível para aumentar a sua fé e tornar possível seu deleite. O nosso desafio em relação à provisão de Deus é enxergarmos o cuidado do nosso Criador, mesmo quando difere do que esperamos, porque Deus é Deus, e os seus caminhos são mais elevados do que os nossos. (Isaias 55.8-10) 

Conclusão 

Deus irá provê todas as nossas necessidades, desde que estejamos dispostos a obedecer e reconhecer sua suprema vontade: “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” (Fil 4.19)

 

Leia mais….

Aliança de Abraão.

Gostou desse assunto? Gostaria de saber mais sobre esse tema?

BAIXE AGORA E-BOOK NO AMAZON NOSSOS LIVROS DEVOCIONAIS. SÃO MAIS DE 600 MENSAGENS DIVIDIDA EM 20 VOLUMES:

 https://www.amazon.com.br/kindle-dbs/entity/author/B09T6ZWFSD?ref_=dbs_p_ebk_r00_abau_000000

LIVROS IMPRESSOS PEÇA PELO +55 1196614-8690 WHATS APP (TEMOS DESCONTO E BONUS ESPECIAL CASO COMPRAR CINCO VOLUMES)

As mensagens colocadas em nosso site é apenas uma pequena parte do conteúdo que está em nossos livros devocionais.

Deixe seu comentário, assim o sistema do google entende que nosso blog é relevante e o próprio sistema do Google envia para mais pessoas!

Siga no Instagram:

 

https://www.instagram.com/esdras_ferreiraoficial/

«
»

9 Comentários

  1. magnificent points altogether, you just received
    a new reader. What would you recommend about
    your submit that you made a few days ago? Any sure?

  2. boostaro disse:

    Thanks for thr great article!

  3. sight care disse:

    It is very comforting to see that others are suffering from the same problem as you, wow!

  4. sightcare disse:

    It is very comforting to see that others are suffering from the same problem as you, wow!

  5. Thanks for thr great article!

Deixe o seu comentário