Fugindo do chamado

fugindo do chamado

Autor Esdras Ferreira

Fugindo do chamado

“Jonas fugiu da presença do Senhor, dirigindo-se para Társis. Desceu à cidade de Jope, onde encontrou um navio que se destinava àquele porto…”(Jonas 1:3)

Quando olhamos para a desobediência de Jonas nos leva ao ângulo de visão da grande verdade do chamado: desceu a Jope; desceu para a parte inferior do navio; desceu para a profundezas do mar. Para piorar, a desobediência pode colocar a nossa vida e de outras pessoas em perigo: “…caiu uma tempestade tão violenta que o barco ameaçava arrebentar-se…” (Jonas 1:4).

O profeta Jonas nunca imaginou o quão persistente Deus poderia ser. O texto continua: Então os marinheiros perguntou ao profeta Jonas: Qual é a sua profissão? De onde você vem? Qual é a sua terra? A que povo você pertence?” (Jonas 1:8). A interrogação feita a Jonas nos leva a desafiar com a seguinte pergunta: Qual é o nosso povo?  Qual é a nossa missão? Esse pergunta, também, me remete a entender qual é a nossa finalidade da existência? Qual é a finalidade da viagem aqui na terra? Qual é a nossa ocupação? Qual é a nossa  genealogia? Que linhagem  pertencemos? A Palavra nos mostra a resposta de todas essas perguntas: “Vocês são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pedro 2:9). Logo, entendemos que, a nossa missão é frutificar, fazer a diferença: “Pai é glorificado na abundância dos nossos frutos…”, (João 15.8) isto é, a nossa produtividade espiritual nos identifica como seus discípulos. Mais adiante, Ele afirma que “não fomos nós que o escolhemos, mas Ele nos elegeu e determinou que nossa vida seja frutífera.”

Em Jonas 1.2 diz: “Dispõe-te e vai…”  Essa expressão exige voluntariedade e disponibilidade em obedecer. Um entendimento que o chamado tem que ir além do nosso sentimento e vontade. Em 2Pedro 1.10 afirma: “empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois jamais tropeçarão...” A expressão “consolidar o chamado” significa criar estrutura, criar base no seu chamado, para que possa ser executado com mais eficiência.

Que possamos  buscar em conhecer as grandezas preparadas para o nosso chamado, pois Deus não conta com tímidos, medrosos e tão pouco com covardes. “Quanto a vós, sede fortes, não vos acovardeis, pois vosso labor terá sua recompensa…” (2Crônicas 15.7)

Leia mais

O chamado de Jonas

Chamado de Isaías

Eis-me aqui! Envia-me!

Se você gostou dessa mensagem então não deixe de comentar, Curtir nossa pagina no facebook e se escreva em nosso canal  You tube! Mensagens novas todas as Quintas e Sextas-Feiras.Também, não se esqueça de adquirir nossos livros devocionais para ajudar a nossa instituição Missão Vida Nova!